Data Analytics segue em alta no mercado de tecnologia

Data Analytics
Imagem: Anyaberkut / Canva

Segundo especialista da Ironhack, as empresas estão cada dia mais valorizando a área e a busca por profissionais vai seguir crescendo

Uma pesquisa da Fortune Business Insights projeta que o mercado global de big data analytics atingirá cerca de US$ 549,7 bilhões em 2028, um CAGR (sigla para “Taxa de Crescimento Anual Composta”) de 13,2% entre 2021 e 2028. Esse aquecimento da área se deve ao fato dos seus profissionais serem os responsáveis por traduzir as necessidades do negócio e dos clientes em perguntas que possam ser respondidas com os dados disponíveis.

Por conta da importância da função, Raiana Rocha, Professora de Análise de Dados na Ironhack, referência global em ensino de tecnologia, reforça que a procura por bootcamps, cursos e formas de se especializar no tema pode ser determinante para várias carreiras de TI. “A demanda pelo desenvolvimento de habilidades em dados se tornou uma prioridade para as próprias empresas, àqueles que querem mudar de setor ou até para colaboradores já experientes que buscam aperfeiçoar suas skills”, explica. 

Dentre os principais pontos a serem desenvolvidos estão o aprimoramento em bancos de dados, programação, visualização e programas que conectam diferentes ferramentas. “Assim, os profissionais de data analytics utilizam esses conhecimentos no dia a dia para resolverem questões diversas, o que traz uma série de vantagens às suas carreiras e as marcas para as quais prestam serviços”, diz. 

Tomada de decisões assertiva em vários âmbitos 

Um dos maiores benefícios de aprender sobre o tema é a capacidade adquirida pelo profissional em descobrir padrões e inovar com base em fatos. “Mergulhar no universo de dados é uma maneira de se manter atualizado e lidar com a quantidade gigantesca de informações que acessamos atualmente, o que garante melhores decisões em muitos aspectos”, afirma Rocha.

Geralmente, os especialistas em data analytics garantem que essas decisões sejam assertivas tanto no aspecto estratégico do negócio, quanto em fatores internos da companhia. No primeiro sentido, ele pode responder a dúvidas como quais são os produtos mais populares vendidos pela organização ou quais itens podem ser oferecidos a mais quando alguém compra em um determinado canal; já no segundo, ele ajuda a solucionar questões como o nível de satisfação dos funcionários ou o cumprimento de leis de inclusão social no ambiente corporativo.

Criatividade e colaboração em situações complexas 

Outra vantagem nas jornadas de educação no assunto é o aprimoramento na capacidade de colaborar e criar. “Times de data analytics são inovadores e promovem uma cultura de aprendizado constante, porque sabem como responder a perguntas difíceis de modo simples, como na transformação de quantidades imensas de informação em gráficos e infográficos”, ressalta Rocha.

De acordo com a especialista da Ironhack, essa habilidade é decorrente da versatilidade promovida nos produtos de desenvolvimento sobre o tema. “Um verdadeiro mestre de dados pode escrever linhas de código em uma linguagem de programação, como a Python, ou mediar setores técnicos e de liderança na empresa”, pontua.

Valorização profissional em diversas áreas 

Nos próximos cinco anos surgirão mais de 2,7 milhões de vagas para profissionais com habilidades em dados, como aponta a IBM. Dessa forma, o aumento da valorização desses especialistas de TI é outra vantagem no aprendizado do tópico que já está acontecendo, visto que a plataforma Glassdoor revela que a média salarial de um analista de dados é de 40 a 50 mil euros por ano.

Esse movimento também não se limita a segmentos específicos, estando presente no marketing, expansão de negócios, desenvolvimento de produtos e até setores mais tradicionais, como bancos, companhias de saneamento e eletricidade e provedores de saúde. “As empresas que já são data driven hoje podem não contratar tanto no momento, mas, para quem já tem experiência em outras áreas, fazer a migração para trabalhar com data analytics pode ser uma decisão bastante vantajosa, já que vai trazer competências importantes para um ramo que a pessoa já tem familiaridade”, finaliza Rocha.


Leia também
Mulheres na TI: desafios e perspectivas para um futuro inclusivo
Mulheres na TI: desafios e perspectivas para um futuro inclusivo

O mês de março é dedicado para celebrar o Dia Internacional da Mulher, no entanto é essencial refletirmos sobre a […]

Gastos mundiais com TI crescerão 6,8% em 2024, prevê Gartner
Gastos mundiais com TI crescerão 6,8% em 2024, prevê Gartner

O Gartner prevê que as despesas mundiais com TI totalizarão 5 trilhões de dólares em 2024, representando um aumento de […]

A infraestrutura em nuvem: um motor de inovação e transformação corporativa
A infraestrutura em nuvem: um motor de inovação e transformação corporativa

A era digital trouxe uma oportunidade sem precedentes para promover novos modelos de negócios na internet, que se adaptam aos […]

TeamViewer anuncia integração com Lansweeper
TeamViewer anuncia integração com Lansweeper

A TeamViewer anuncia integração da plataforma de gestão de ativos de TI Lansweeper à tecnologia TeamViewer de monitoramento e gerenciamento […]

Na era dos dados: como processos de TI aceleram a construção de valor nas empresas
Na era dos dados: como processos de TI aceleram a construção de valor nas empresas

Estudo revela que investimentos em transformação digital nas companhias devem chegar a US$7,3 trilhões em 2023 Em um cenário global […]