Baixaki morreu? Saiba como está a gigante pioneira de downloads no Brasil

Baixaki morreu? Saiba como está a gigante pioneira de downloads no Brasil
Imagem: Divulgação / NZN

Um relatório recente, realizado pela startup de inteligência de mercado Rocket Lab, indicou que o Brasil é o quarto país que mais faz downloads de aplicativos para celular no mundo, baixando mais de 10 bilhões de apps em 2022. Só que em uma época não muito distante, quando o domínio de lojas de aplicativos ainda era menor, usuários precisavam encontrar fontes externas para baixarem programas em seus dispositivos. 

Assim nasceu, em 2000, o Baixaki, um dos maiores sites de downloads do Brasil. No entanto, ao decorrer dos anos, com o avanço tecnológico e o surgimento de novas tendências, a plataforma precisou passar por grandes adaptações para continuar relevante no cenário de distribuição de programas e aplicações. Diferente do número atual de downloads para celulares atual, de 2000 a 2010, 2.5 milhões de downloads haviam sido disponibilizados pelo site.  

“O Baixaki não morreu e está mais vivo do que nunca”, explica Arthur Wogram, Gerente de Marketing e Performance da NZN — player em soluções para publicidade e comunicação online e detentora da marca —. Ele relata que, para se manter em destaque no mercado atual, a plataforma teve que superar desafios significativos e encontrar novos caminhos de monetização com a sua audiência.  

“O cenário atual é muito diferente da época do surgimento do Baixaki, onde os usuários precisavam buscar em fontes externas programas e recursos para seus dispositivos. A expansão das redes sociais, por exemplo, fez com que as opiniões ficassem muito mais nichadas e segmentadas. Nosso maior desafio passa ser tirar o usuário da zona de conforto das lojas nativas dos dispositivos e de suas redes de preferência, para buscar por apps, tutoriais e opiniões de especialistas em uma plataforma terceira”, discorre. 

A linha do tempo 

Após seu lançamento, o Baixaki alcançou uma audiência de impressionantes 4 bilhões de visualizações de páginas por ano. Porém, com as mudanças no cenário digital e o crescimento das lojas oficiais, a audiência atual é cerca de 80% menor. 

E apesar da diminuição na audiência, o Baixaki continua sendo um dos pilares de faturamento da NZN, com a segunda maior receita da empresa e a principal linha de inventário. Para Marcelo Vitor, Product Manager responsável pelo Baixaki, esse fato se deve ao poder da plataforma em compreender o comportamento do consumidor e tornar a solução mais completa, parte dela atrelada a entrega de anúncios na navegação dos usuários e outra comissionada por marketing de afiliação. 

“A essência do Baixaki continua a mesma. A diferença é que hoje estamos trabalhando em entregar uma melhor experiência para o usuário, seja na navegação, com uma interface condizente com os novos padrões da web, ou pela velocidade de acesso ao conteúdo e organização dos elementos da página. No geral, temos uma visão clara do que eles buscam e todos os recursos são pensados para tornar essa jornada mais recompensadora”, comenta Vitor. 

Atualmente o site possui mais de 150 mil programas e, o que antes era uma vantagem, passa a ser um desafio no que diz respeito à relevância e organização.  

Outra preocupação da plataforma tem sido oferecer mais segurança para o consumidor. Para combater a percepção antiga de que seus downloads poderiam conter algum malware, o Baixaki adotou um rigoroso processo de verificação dos programas inseridos, garantindo que sejam atestados por um selo de segurança no site.  

A curadoria de conteúdo também busca selecionar apenas softwares de fontes legítimas e a parceria com lojas oficiais de cada sistema tem trazido mais respaldo quanto à legitimidade das aplicações. 

Para o próximo quarter, a NZN está preparando uma nova versão do site, com um portfólio de programas mais enxuto, priorizando o que é mais relevante para os usuários. A plataforma continua sua jornada de reinvenção para acompanhar as mudanças no setor e se manter como uma referência no fornecimento seguro e confiável de programas para os brasileiros. “O nosso foco é sempre oferecer a melhor experiência para quem acessa o portal e confia no Baixaki”, finaliza Wogram. 

*Fonte: NZN


Leia também
Web Summit Rio: Brasil e Angola apresentam avanços de parceria tecnológica
Web Summit Rio: Brasil e Angola apresentam avanços de parceria tecnológica

Serpro e Ministério das Finanças da República de Angola firmaram acordo para aprimoramento tecnológico em novembro de 2023. Primeiros resultados […]

Arena Senac RJ terá executivos de big techs no segundo dia de Web Summit Rio
Arena Senac RJ terá executivos de big techs no segundo dia de Web Summit Rio

No primeiro dia do evento, abertura institucional ressaltou a importância do evento para consolidar o Rio de Janeiro como um […]

Para Huawei, demanda pelo 5G é alta e operadoras já percebem retorno financeiro da rede
Para Huawei, demanda pelo 5G é alta e operadoras já percebem retorno financeiro da rede

A monetização do 5G, atualmente, é um dos desafios para ampliar a cobertura no país. O setor segue à espera de uma […]

Com investimentos bilionários no país, uso de IA para análise de Big Data revoluciona o mercado financeiro
Com investimentos bilionários no país, uso de IA para análise de Big Data revoluciona o mercado financeiro

Empresas do setor têm se destacado ao oferecer soluções inovadoras para aprimorar a experiência do cliente O uso de Inteligência […]

Com investimento de R$15 mi, AWS e Escola da Nuvem esperam capacitar mais de 5 mil pessoas em computação em nuvem até 2025
Com investimento de R$15 mi, AWS e Escola da Nuvem esperam capacitar mais de 5 mil pessoas em computação em nuvem até 2025

A Amazon Web Services (AWS) anunciou que investirá R$15 milhões no Brasil para ampliar a oferta de profissionais qualificados em […]