Dia do Profissional de TI: 3 estratégias para quem quer ser um desenvolvedor

Desenvolvedor
Imagem: Freepik

Oportunidade de entrar em uma das áreas que mais cresce no mercado e possibilidade de ganhar em dólar tem atraído profissionais

O Brasil terá, até 2025, uma demanda de 797 mil talentos na área de tecnologia, de acordo com uma projeção da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). O setor de tecnologia vem crescendo, e grande parte dessa alta se deve à globalização das empresas pelo mundo todo. Muitos profissionais estão se planejando para iniciar ou migrar para a área, que promete remunerações vantajosas e um peso no currículo.

“Trabalhar com TI abre portas para várias oportunidades, inclusive fora do país, já que o setor está aquecido no mundo inteiro. É importante destacar que as empresas buscam profissionais preparados e isso definitivamente será um diferencial em meio aos concorrentes”, conta Samyra Ramos, especialista de marketing da Higlobe, fintech de pagamentos para freelancers e contratados brasileiros que trabalham remotamente para empresas nos EUA.

Para Raiff Ramalho, desenvolvedor da Higlobe, a profissão deu a ele grandes oportunidades. “A área da programação me chamou atenção não só pela dinamicidade, mas também pelas diversas oportunidades para a minha carreira. Hoje trabalho para uma empresa americana, mas posso fazer isso do conforto da minha casa”, afirma.

Pensando no Dia do Profissional de TI, celebrado dia 19 de outubro, Raiff destaca três dicas importantes para quem estiver disposto a investir na área e se tornar um profissional de tecnologia da informação:

1- Invista em qualificação

Todos os dias surgem novas tecnologias e por isso é importante estar sempre atualizado com o que está acontecendo no mundo. Caso esteja começando na profissão, é importante praticar códigos e aprender tudo sobre a linguagem de programação com a qual está trabalhando. Além disso, fique atento às vagas disponíveis no mercado, muitas empresas buscam profissionais temporários e isso pode ajudar a ganhar experiência para conseguir melhores oportunidades no futuro.

2- Aprenda inglês

Embora o idioma não seja uma barreira no dia a dia da programação, saber falar inglês é um diferencial e pode ajudar muito na caminhada na tecnologia. A fluência no idioma acaba sendo um ponto de destaque para candidatos em empresas estrangeiras, além de haver muitos termos em inglês no cotidiano da profissão. Nos estudos também é uma vantagem, já que a maioria dos artigos acadêmicos e documentos técnicos está escrito em inglês. Sem falar nos eventos importantes do setor que, em sua maioria, são realizados exclusivamente em inglês.

3- Participe de comunidades online

Como em todas as profissões, o networking é muito importante para conhecer pessoas que pensam como você. Algumas plataformas como Stack Overflow, Coderwall e Hashnode fornecem comunidades e fóruns para perguntas, discussões e conselhos para desenvolvedores em todos os níveis.

*Fonte: Higlobe


Leia também