Tecnologia

Remessas de computadores ao redor do mundo cresceram 1% no terceiro trimestre de 2021, segundo o Gartner

As remessas de computadores ao redor do mundo totalizaram 84,1 milhões de unidades no terceiro trimestre de 2021, o que representa um aumento de 1% em relação ao mesmo período de 2020, segundo pesquisa do Gartner

Conforme as vacinas contra COVID-19 se tornam mais amplamente disponíveis, o consumo e gastos com educação passam a ser direcionador para outras prioridades, desacelerando o ímpeto do mercado. 

Continua após o anúncio

"À medida que as escolas vão reabrindo no mundo todo, não há mais uma necessidade imediata de comprar computadores e Chromebooks para auxiliar o ensino em casa", diz Mikako KitagawaDiretora de Pesquisa no Gartner.   

"A demanda por computadores corporativos continua forte, liderado pela recuperação econômica em regiões-chave e pelo retorno de alguns trabalhadores aos escritórios", acrescenta Kitagawa. "Entretanto, o crescimento de negócios de PCs concentrou-se no segmento de desktop, enquanto a escassez de semicondutores continua restringindo a remessa de laptops. Espera-se que a dificuldade no abastecimento destes componentes persista na primeira metade de 2022." 

Como novidade neste trimestre, o Gartner incluiu os Chromebooks nas pesquisas do setor de computadores. As remessas desse segmento caíram 17% no terceiro trimestre de 2021, devido à diminuição na demanda no mercado educacional. Essa foi a primeira queda de dois dígitos ao ano nas vendas de Chromebooks desde sua chegada ao mercado em 2011.  

O top três do ranking de fornecedores de computadores ao redor do mundo manteve-se intocado na relação ano após ano, com Lenovo mantendo o primeiro lugar em remessas.  

Estimativas Mundiais Preliminares de Remessas de Unidades de Computadores de Vendedores  

Dados do Terceiro Trimestre de 2021 (3T21) – em milhões de unidades

Estimativas Mundiais Preliminares de Remessas de Unidades de Computadores de Vendedores  NotasDados incluem computadores desk-based, notebooks, ultramobile premiums (como Microsoft Surface) e Chromebooks, mas não iPadsTodos os dados são estimados com base em um estudo preliminar. Estimativas finais estão sujeitas a mudança. As estatísticas são baseadas em remessas vendidas em canais. Números podem não ser compatíveis com o total mostrado devido a arredondamento.  Fonte: Gartner (Outubro?de 2021) 

Após cinco trimestres consecutivos de crescimento de dois dígitos, o resultado da Lenovo foi moderado no terceiro trimestre de 2021. A companhia obteve expansão em todas as regiões, exceto no Japão, onde as remessas decaíram em mais de 50%, conforme um programa governamental na região para a compra de computadores para uso educacional chegou ao fim. Em geral, as remessas da Lenovo foram adversamente afetadas pela desaceleração do consumidor no mercado e pela escassez de oferta no mercado empresarial. Simultaneamente, a empresa se beneficiou das demandas estáveis de computadores corporativos e foi capaz de ser mais flexível na resposta à escassez de componentes, devido a um mix maior de manufatura interna.  

A HP experienciou o segundo trimestre consecutivo de declínio ao ano, conduzido por uma diminuição de 30% em remessas para os Estados Unidos devido ao enfraquecimento na demanda de Chromebooks no segmento de educação. HP também deve continuar a enfrentar problemas na cadeia de fornecimento nesse trimestre: um grande acúmulo de pedidos não atendidos levou a empresa a perder oportunidades, as quais seus concorrentes aproveitaram.  

Depois de certo atraso no começo da pandemia, a Dell reportou fortes resultados no terceiro trimestre de 2021, cravando seu quarto trimestre consecutivo com crescimento de dois dígitos e alcançando mais de 15 milhões de vendas pela primeira vez. O foco limitado da Dell no mercado consumidor ajudou a empresa a ser menos impactada pela desaceleração de demandas por computadores.  

A Apple ainda conseguiu alcançar um crescimento de 7,4%, apesar do fraco mercado consumidor. Os computadores baseados em M1 da empresa foram bem recebidos pela comunidade usuária, levando a aumento de remessas. Entretanto, antecipando um possível renovação de produto nos próximos meses, alguns compradores da Apple deram uma pausa na compra de laptops, o que afetou negativamente o volume de remessas 3T21.  

Visão Regional Depois de cinco trimestres com crescimento de dois dígitos, o mercado americano de computadores caiu 8,8% no terceiro trimestre de 2021. Remessas de desktops cresceram 8%, guiados pelas demandas em ascensão no mercado de negócios, mas a diminuição da demanda no mercado consumidor de computadores continuou. Apesar das vendas de "volta às aulas" e estoques de varejo reabastecidos, tanto as remessas de laptops quanto de Chromebooks tiveram queda de cerca de 10% ao ano nos Estados Unidos 

"A relação de aparelho por estudante no mercado educacional dos Estados Unidos está começando a se aproximar de 1:1, o que tem desacelerado o passo de crescimento incremental," aponta KitagawaSegundo o analista do Gartner, a Dell garantiu o primeiro lugar em remessas no mercado americano de computadores com, 26,1% de participação no mercadoHP a seguiu com 24,5%. 

Estimativas Preliminares de Remessas de Unidades de Computadores de Vendedores dos Estados Unidos para o 3T21 (Em milhões de unidades)

Estimativas Preliminares de Remessas de Unidades de Computadores de Vendedores dos Estados Unidos para o 3T21 

Notas: Dados incluem computadores desk-based, notebooks, ultramobile premiums (como Microsoft Surface) e Chromebooks, mas não iPads. Todos os dados são estimados com base em um estudo preliminar. Estimativas finais estão sujeitas a mudança. As estatísticas são baseadas em remessas vendidas em canais. Números podem não ser compatíveis com o total mostrado devido a arredondamento.  Fonte: Gartner (Outubro?de 2021) 

O mercado de computadores em regiões como Europa, Oriente Médio e África (EMEA) cresceu 11,8% ao ano, com 23,5 milhões de unidades, também refletindo a mistura do cenário da retomada de negócios e uma demanda consumidora fraca. Computadores desktop mostraram um crescimento robusto de 23% ao ano.  

Excluindo o Japão, o mercado de PCs da Ásia Pacífica cresceu 5,7% ao ano, seu sexto trimestre consecutivo de crescimento. Apesar do impacto da variante Delta, os países da área Ásia-Pacífico estão amplamente voltando ao normal, então há menos crescimento incremental no mercado de computadores, devido aos efeitos iniciais da pandemia. No entanto, o mercado japonês viu um declínio significante comparado ao ano passado. Além do fim do programa governamental que financiava a compra de aparelhos para educação, a relutância de empresas japonesas em adotar uma abordagem híbrida de trabalho também impactou significativamente o crescimento do mercado em geral. 

"Diferentes de negócios no Oeste Europeu a na América do Norte, empresas japonesas não são motivadas a aprimorar laptops para trabalho híbrido, já que muitas companhias já pararam com o trabalho remoto ou planejam fazê-lo quando abrirem os escritórios", explica a analista 

Mirando o futuro, o quarto trimestre de 2021 vai presenciar o lançamento global do Microsoft 11, a primeira grande atualização do sistema operacional da Microsoft desde 2015. O lançamento do Windows 11, porém, deve ter um impacto imediato limitado para o mercado de negócios, enquanto computadores de classe empresarial continuarão disponíveis com o Windows 10 até 2023. O Gartner prevê que no começo de 2023, menos de 10% de novos computadores corporativos terão o Windows 11 instalado. Em geral, dados do Gartner indicam que as remessas de computadores nas próximas férias serão mais fracas do que o ano passado, com demandas mais guiadas por substituições do que novas compras.  

 

*Foto de Marta Branco no Pexels


Leia também
Confira as 10 tendências tecnológicas mais promissoras para 2023

Confira as 10 tendências tecnológicas mais promissoras para 2023

Nos últimos anos, as inovações tecnológicas têm proporcionado uma verdadeira revolução, que...

Indústria de telecomunicações se movimenta no ecossistema de 5G

Indústria de telecomunicações se movimenta no ecossistema de 5G

A tendência global de virtualização das redes de telecomunicações em tecnologia de 5G está impulsionando a...

Tecnologia deve ter o objetivo de escalar negócios

Tecnologia deve ter o objetivo de escalar negócios

Para que um negócio se desenvolva de forma plena, as empresas precisam reinventar se e aprimorar se de tempos em tempos. Nesse sentido, o uso...

Gartner prevê sete tecnologias disruptivas que afetarão as vendas até 2027

Gartner prevê sete tecnologias disruptivas que afetarão as vendas até 2027

O Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, recomenda que os líderes de vendas trabalhem para reconhecer,...

Ver mais

Nenhum comentário no momento

Deixe um comentário