Segurança com custo acessível para PME

Seg. PME
Imagem: Freepik

As micro e pequenas empresas impulsionam a economia do Brasil, apenas no primeiro semestre de 2023, tivemos a criação de 868,8 mil novos pequenos negócios, segundo um relatório recente divulgado pelo SEBRAE. Graças à tecnologia moderna e o advento de ferramentas como a Inteligência Artificial (IA) essas empresas agora podem investir em segurança com menos recursos financeiros. O uso da IA, por exemplo, tem tornado as tecnologias de segurança mais acessíveis, eficazes e adaptáveis às necessidades individuais de cada empresa.  

Hoje, as tecnologias de segurança estão mais democratizadas, e com monitoramento para reduzir a carga de trabalho e custos, o que possibilita uma resposta mais rápida a incidentes. O controle de acesso remoto em tempo integral permite que proprietários ou gerentes possam abrir portas remotamente por meio de um terminal de reconhecimento facial. Desta forma, é possível controlar o acesso de funcionários, fornecedores e outros visitantes virtualmente por um dispositivo móvel.  

As câmeras de monitoramento que utilizam a inteligência artificial não são tão caras, como muitos acreditam. A mais recente geração de câmaras NVRs e DVRs possui um preço semelhante ao das câmeras tradicionais. O equipamento é capaz de diferenciar entre humanos, veículos e outros objetos, como animais ou folhas caindo no chão. Isso significa que podem detectar ameaças à segurança reais de forma imediata e enviar um alarme para o celular dos gestores.  

Outra opção para reduzir custos e aumentar a segurança do local é integrar o sistema de CFTV com o sistema de alarmes, gerando alarmes sonoros e de luz para intimidar invasores, além de poder contratar um serviço de monitoramento para agregar mais segurança e confiabilidade. Atualmente as centrais de alarme possuem capacidade para trocar informações com o sistema de CFTV, permitindo reduzir custo de instalação eliminando os sensores perimetrais, pois é possível utilizar as câmeras citadas anteriormente que possuem capacidade de identificar humanos para funcionar, também, como sensor do sistema de alarme.  

O sistema de segurança com Inteligência Artificial pode ajudar pequenas empresas a minimizar falsos alarmes, o que reduz custos e poupa tempo, portanto há uma economia em longo prazo. Com ‘tags’ na cronologia de vídeo é possível procurar pessoas e veículos com extrema rapidez e facilidade, sem necessidade de o funcionário passar horas debruçado sobre filmagens, pesquisando manualmente.  

Edson Machado
Imagem: divulgação

*Por Edson Machado, Gerente de Produtos na Hikvision


Leia também
Cibersegurança em IoT: alerta sobre riscos de ataques cibernéticos e recomendações para garantir a proteção de dispositivos conectados
Cibersegurança em IoT: alerta sobre riscos de ataques cibernéticos e recomendações para garantir a proteção de dispositivos conectados

Líder do Comitê de Segurança da ABINC afirma que a baixa conscientização em segurança do mercado IoT é um dos […]

Empresas precisam investir na proteção cibernética das Tecnologias Operacionais (OT)
Empresas precisam investir na proteção cibernética das Tecnologias Operacionais (OT)

Em conversa com Eduardo Lopes, CEO da Redbelt Security e Matheus Borges, CCO da Redbelt Security, dois especialistas compartilharam suas […]

Mercado financeiro: protegendo ativos na era digital
Mercado financeiro: protegendo ativos na era digital

O mercado financeiro é reconhecidamente um dos que mais investe em inovações para digitalizar suas operações e os serviços oferecidos […]

Dia Internacional da Internet Segura: 6 dicas para se proteger online
Dia Internacional da Internet Segura: 6 dicas para se proteger online

Hoje, dia 6 de fevereiro, celebramos o Dia Internacional da Internet Segura, uma iniciativa da Redes INSAFE-INHOPE e da Comissão […]

Cuidados cibernéticos no carnaval: como se proteger dos golpes virtuais durante a folia
Cuidados cibernéticos no carnaval: como se proteger dos golpes virtuais durante a folia

Durante o carnaval, período conhecido por festas e descontração, os brasileiros ficam mais suscetíveis a ciberataques, conforme indicado por uma […]