Segurança

Ransomware: retomada em tempo recorde é essencial para minimizar impactos

James Petter, vice-presidente da Pure Storage, explica porque a imutabilidade e a recuperação rápida de dados se tornaram cruciais para minimizar os impactos de uma violação

Mesmo com os esforços coletivos da indústria de cibersegurança, de governos e empresas, os ataques de ransomware se tonaram praticamente inevitáveis e continuam a evoluir. Segundo dados recentes do Check Point Research (CPR), os ataques no mundo aumentaram 59% em 2022 em relação ao ano passado. No Brasil, as empresas foram atacadas em média 1.540 vezes semanalmente, um aumento de 46% comparado ao período do segundo trimestre de 2021.

Com o Mês de Consciência da Cibersegurança, é fundamental que as empresas tenham estratégias para mitigar o impacto desses ataques. Segundo James Petter, vice-presidente e gerente global da Pure Storage, algumas medidas são cruciais para proteger os dados em meio ao caótico cenário do cibercrime.

Continua após o anúncio

“Em primeiro lugar, garantir que a empresa tenha snapshots imutáveis do backup. Esse processo garante que os dados sensíveis não possam ser apagados, modificados ou criptografados. No caso de um ataque, mesmo que um hacker obtenha acesso, ele não consegue apagar ou reter os dados para pedir resgate”

Além disso, a capacidade de recuperar os dados rapidamente se tornou uma questão de sobrevivência corporativa, já que até mesmo interrupções mínimas podem ter efeitos drásticos para os negócios, para as marcas e para os clientes.

“A restauração dos dados em alta velocidade e escala é fundamental para minimizar a interrupção causada por um ataque e agilizar a recuperação do ambiente. Hoje já é possível recuperar dados com um desempenho de até 270TB por hora. Portanto, uma infraestrutura que suporte esse nível de escala deve estar no topo da lista de prioridades dos líderes para agilizar o retorno operacional e minimizar os impactos de uma violação”, conclui o VP da Pure Storage. 

*Imagem: Freepik

 


Leia também
Relatório Norton Consumer Cyber Safety Pulse: Como sua privacidade e segurança podem estar em risco

Relatório Norton Consumer Cyber Safety Pulse: Como sua privacidade e segurança podem estar em risco

A Norton Labs, a equipe global de pesquisa da NortonLifeLock, lança seu relatório trimestral “Consumer Cyber Safety Pulse...

Sequestro de dados: Brasil já é o quinto país do ranking do cibercrime

Sequestro de dados: Brasil já é o quinto país do ranking do cibercrime

Num passado recente, o lugar mais protegido de uma empresa era a sala cofre, local destinado a armazenar itens valiosos e documentos importantes....

Como evitar o transtorno com roubo de smartphones e dados

Como evitar o transtorno com roubo de smartphones e dados

Um smartphone, que hoje tem valor médio de R$2 mil, está entre os maiores problemas de segurança pública do país....

2 anos de LGPD expõem empresas a se tornar alvos fáceis das gangues cibernéticas

2 anos de LGPD expõem empresas a se tornar alvos fáceis das gangues cibernéticas

Após dois anos de funcionamento da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), um assunto chama atenção: se por um lado...

Ver mais

Nenhum comentário no momento

Deixe um comentário