10 dicas para destacar o seu negócio na internet

Negócio na internet
Imagem: Plann / Pexels

Literalmente de A a Z, de administradores a zootecnistas, a lista de profissões que podem atuar como profissionais liberais inclui dezenas de categorias, tais como advogados, dentistas, médicos, terapeutas, agrônomos, arquitetos, contadores, corretores, economistas, engenheiros, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, nutricionistas e psicólogos, entre muitas outras. 

Em razão de trabalharem de forma autônoma e em um ambiente cada vez mais concorrido, milhões desses profissionais precisam trabalhar o próprio marketing, algo que não costuma ser ensinado nas faculdades. E, em 2023, é impossível falar em marketing sem presença digital. Matheus Marcondes, fundador da Smile University, edtech de gestão e marketing, elencou 10 passos essenciais para que um profissional consiga posicionar-se e destacar-se no mundo virtual e, por consequência, fechar negócios no mundo real.  

1 – Tenha um site 
Parece antiquado, né? Mas não! A cada dia, cerca de 5,5 milhões de pesquisas são feitas na internet, e mais de 60% delas são de pessoas em busca de produtos ou serviços. E para onde os sites de busca remetem? Para os sites! Por isso, os mecanismos de busca tornam-se peças muito relevantes para quem pretende posicionar o seu empreendimento no mundo virtual, atraindo interessados reais para o seu negócio. 

2 – Cadastre-se no Google Meu Negócio 
Quando se faz uma pesquisa por estabelecimentos físicos no Google, principal buscador da internet, os empreendimentos que recebem destaque – com localização, telefone e horário de funcionamento – são aqueles cadastrados no Google Meu Negócio. Por isso, incluir seu negócio na ferramenta é indispensável. 

3 – Esteja nas redes sociais 
Não há como escapar: hoje, para ser competitivo, os profissionais liberais precisam estar nas redes sociais. Mas fique atento: as redes são diferentes e atraem e têm impactos diferentes em públicos diferentes. Por isso, é importante que o profissional procure entender em quais redes comunicar-se com seus clientes. 

4 – Use o WhatsApp Business 
A versão do app voltada para empresas inclui vários benefícios. Entre os principais estão a possibilidade de utilização de etiquetas personalizadas, separando os clientes por categorias distintas, e a criação de um catálogo virtual, com descrição, fotos e preço de seus produtos.  

5 – Conheça o Marketplace 
A plataforma destina-se exclusivamente a vendas de produtos e serviços. Disponível no Facebook e no Instagram, é uma boa vitrine para quem precisa expor seu trabalho. 

6 – Mantenha um blog corporativo 
Os blogs são ótimas ferramentas para se estabelecer uma relação com clientes e potenciais clientes. Neste espaço, o profissional pode oferecer textos que agreguem valor aos leitores e que, além de estimularem a venda de seus produtos ou serviços, servirão para construir e reforçar sua imagem e autoridade no respetivo segmento de atuação. 

7 – Invista em anúncios 

Em algumas situações, investir em tráfego pago pode ser interessante. Os anúncios podem ser feitos tanto no Google com nas redes sociais, podendo ser segmentados conforme o público que se pretenda impactar. 

8 – Faça e-mail marketing 
Parece demodê, mas essa ainda é uma ferramenta bastante útil de comunicação com os clientes. No entanto, vale um alerta: cuidado para não torrar a paciência do seu destinatário. Um e-mail marketing será mais assertivo quando for parte de um plano de comunicação planejado e estruturado.  

9 – Seja ágil e constante 

De nada adianta manter site, blog e redes sociais e não atualizá-los ou responder aos contatos por eles gerados de forma ágil. Por isso, publique conteúdos relevantes com frequência, responda aos contatos recebidos por e-mail e redes sociais e envie e-mails para clientes que já compraram ou fizeram contato, sempre com o cuidado de não exagerar, fazendo com que seu endereço vá parar na lista de spam. 

10 – Estude marketing digital 
Para que o conjunto de ações acima funcione, estude as principais técnicas de marketing digital. Exemplo: para que seu site e blog apareçam com destaque nas primeiras páginas do Google, é importante que sejam otimizados para SEO (search engine optimization ou otimização de mecanismos de busca). Mas essa é apenas uma técnica. Há diversas outras, como marketing de conteúdo, análise concorrencial, otimização de conversão, gestão de redes sociais, mídia paga etc. E conhecê-las – e aplicá-las – fará com que você se destaque na multidão digital. 


Leia também
Por que apostar na automação e integração dos softwares?
Por que apostar na automação e integração dos softwares?

As empresas desenvolvedoras de softwares apostam cada vez mais na automação e na integração das suas ferramentas como um diferencial […]

Revolução das máquinas? Saiba se a Inteligência Artificial é mesmo uma ameaça para o mercado de trabalho
Revolução das máquinas? Saiba se a Inteligência Artificial é mesmo uma ameaça para o mercado de trabalho

A inteligência artificial e sua usabilidade, especialmente no caso do ChatGPT, têm se tornado uma preocupação para determinados grupos no […]

5 desafios de trade marketing: Como as empresas devem se preparar para 2024
5 desafios de trade marketing: Como as empresas devem se preparar para 2024

Atualmente, superar os desafios do Trade Marketing, que se solidifica como uma tática indispensável para as empresas que desejam alcançar […]

Gartner prevê que receita mundial de semicondutores crescerá 17% em 2024
Gartner prevê que receita mundial de semicondutores crescerá 17% em 2024

O Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, prevê que a receita global de semicondutores deve crescer 16,8% em 2024, […]

BNDES financia R$ 75 milhões em soluções de eficiência energética para indústria e varejo
BNDES financia R$ 75 milhões em soluções de eficiência energética para indústria e varejo

O apoio do Banco será viabilizado em parte com recursos do Fundo Clima, contribuindo para evitar emissões equivalentes a 59 […]