5 dicas para empresas evoluírem mais rápido com IA e orientadas a dados

IA e orientadas a dados
Imagem: vecstock / Freepik

O uso de Inteligência Artificial nas empresas já é uma tendência conhecida, mas talvez não esteja sendo propagada da melhor forma e muitas organizações ainda desconhecem seus benefícios. Com a capacidade de automatizar tarefas rotineiras e aprimorar processos, esta tecnologia já faz parte do cotidiano de 41% das companhias brasileiras, segundo estudo da IBM. 

De acordo com o Relatório de Tendências de RH da Academy to Innovate HR, as métricas e análises do setor foram consideradas a área menos eficaz, dentre outras 23 áreas diferentes analisadas. Tendência que se mantém praticamente inalterada nos últimos cinco anos.

Os relatórios mais recentes indicam que mais de um terço dos departamentos de Recursos Humanos têm dificuldade em ir além das medições básicas de dados, como a rotatividade de profissionais. “Algumas organizações fizeram investimentos nas suas equipes de análise de RH, mas a realidade para a maioria é que não há uma grande injeção de capital com esse propósito”, explica Thaylan Toth, CEO e fundador da Mindsight, ecossistema de softwares que integra dados para gestão de pessoas, e Mestre em Psicologia Organizacional pela Universidade de Columbia.

Defensor da tecnologia para o crescimento das instituições e negócios, o especialista reuniu cinco provas de que empresas orientadas a dados e que usam Inteligência Artificial evoluem mais rápido:

1 – A análise de dados somada ao uso da IA auxilia na tomada de decisões mais precisas e reduz custos e erros
Por meio da coleta e análise de informações relevantes aceleradas pelo uso da Inteligência Artificial, as equipes podem tomar decisões mais embasadas, estratégicas e orientadas por evidências, solucionando lacunas que podem afetar a comunicação interna, a produtividade e o engajamento dos colaboradores. 

“A análise de dados permite mais segurança nas decisões e o uso desse sistema garante mais agilidade de processos internos. Como consequência, há a redução de custos operacionais, menos erros e melhores resultados para a companhia”, afirma Toth.

2 – A aplicação bem-sucedida dos dados pode ajudar a criar uma dinâmica e apoio para maiores investimentos
A aplicação bem-sucedida dos dados no setor de RH pode desempenhar um papel fundamental na criação de uma dinâmica favorável e no apoio a maiores investimentos na empresa, segundo o especialista. “Ao fornecer informações claras e tangíveis sobre o desempenho, o potencial e as necessidades dos funcionários, a análise de dados permite que a equipe de RH apresente argumentos convincentes para a alocação de recursos adicionais”, indica Toth.

Além disso, a capacidade de demonstrar o impacto positivo das estratégias de gestão de talentos e desenvolvimento de pessoal baseadas em dados, por meio de indicadores de desempenho, retorno sobre o investimento e correlações com os resultados financeiros da empresa, fortalece a confiança dos tomadores de decisão. 

3 – O uso de dados e de IA identifica tendências de contratação e otimiza os processos de recrutamento e seleção
Por meio da análise de dados históricos de contratações bem-sucedidas e do desempenho dos colaboradores, é possível identificar os atributos e as habilidades mais relevantes para determinadas posições.

“Essas informações permitem que os recrutadores e gestores de RH desenvolvam perfis de candidatos mais precisos e alinhados com as necessidades da empresa. Além disso, a análise de dados também pode ajudar a identificar canais de recrutamento mais eficazes, medir o tempo médio de contratação e avaliar a qualidade das contratações realizadas, bem como indica perfis de candidatos com maior probabilidade de performar melhor na posição em aberto e de ficar mais tempo na empresa. Para mais, o uso de Inteligência Artificial favorece uma contração sem filtros sociais, pois o preconceito humano inconsciente pode afetar esse processo”, pontua Toth.

Para o executivo, ao utilizar dados para embasar as decisões de contratação, as empresas têm mais chances de encontrar os candidatos ideais para suas vagas, promovendo um impacto positivo no desempenho geral da equipe e impulsionando o sucesso da organização. “Com essas informações em mãos, é possível otimizar os processos de recrutamento e seleção, reduzir os custos associados e tomar decisões mais embasadas sobre estratégias de atração de talentos”, elucida.

4 – É possível alinhar as habilidades dos funcionários com as necessidades da empresa
Com insights valiosos fornecidos pela análise de dados sobre a satisfação e o engajamento dos colaboradores, é possível implementar ações personalizadas para aumentar a retenção e o desenvolvimento de talentos. 

“Ao mostrar como a utilização eficiente dos dados pode levar a um aumento da produtividade e performance, melhoria da retenção de talentos e redução de custos associados à rotatividade, o setor de RH se posiciona como um parceiro estratégico que contribui diretamente para o crescimento e o sucesso da empresa. Isso cria um ambiente propício para a obtenção de maior apoio e investimentos que impulsionam ainda mais o desenvolvimento do capital humano e o alcance dos objetivos organizacionais”, ressalta Toth.

Além disso, a análise de dados pode ajudar a monitorar e avaliar o desempenho individual e coletivo dos colaboradores, permitindo identificar áreas de excelência, reconhecer e recompensar o bom desempenho, e também visualizar problemas ou deficiências que precisam ser abordadas. “Com uma abordagem baseada em dados, os gestores de RH podem implementar estratégias de desenvolvimento e feedback mais direcionadas, maximizando o potencial de cada funcionário”, completa o especialista.

5 – A eficiência operacional é aprimorada
Para o executivo, com estudos embasados por dados, e com o auxílio de um modelo de Inteligência Artificial, é possível revelar processos ineficientes ou gargalos que podem ser automatizados. “Ao identificar essas áreas de melhoria, a automação de tarefas repetitivas ou burocráticas pode liberar tempo e recursos valiosos, permitindo que equipes de diversos setores se concentrem em atividades de maior valor agregado. Nesse sentido, a IA é uma grande aliada, pois acelera a análise e possibilita essa automação”, afirma.

Segundo o CEO da Mindsight, com uma abordagem baseada em dados, o setor de RH pode se transformar em um parceiro estratégico dentro da empresa. “Além de contribuir para a conquista dos objetivos organizacionais e impulsionar o sucesso a longo prazo”, finaliza.


Leia também