Influenciadores gamers: conteúdo e infraestrutura profissional para atender o público

Gamer Influencer
Imagem:

Um mundo em transformação. Não há dúvidas de que este é um bom resumo do que temos vivido desde o início de 2020, quando a crise do coronavírus se espalhou pelo planeta afora. Mas há quem, nesse meio tempo, tenha conseguido avançar. Por exemplo: já não é novidade para ninguém o crescimento da indústria gamer durante a pandemia, com o universo dos esportes eletrônicos apresentando-se como uma opção de lazer para os momentos de descompressão e isolamento. 

Nem só de jogadores, porém, vive esse mundo. O crescimento do consumo dos e-sports colaborou também com a evolução de todo o ecossistema que cerca o ambiente. Estamos falando de todo o cenário de desenvolvimento, vendas e consumo de jogos e, claro, dos influenciadores digitais e criadores de conteúdo que tratam do mundo dos games. E nesse contexto, é necessário destacar a importância da utilização de equipamentos de qualidade, para atender um público com altos níveis de exigência e engajamento. 

Influencer jogando

Segundo dados da Pesquisa Game Brasil – PGB 2021, durante o período de isolamento social, 60% das pessoas passaram a consumir mais conteúdos sobre jogosIsso significa que os criadores de conteúdo estão em frente a uma oportunidade singular de conquistar novos seguidores, e por consequência, atrair oportunidades comerciais. Público não falta, mas é a qualidade e a capacidade de ir além do básico é o que fará a diferença. 

Lidando com um público engajado, fiel e colaborativo, e que ao mesmo tempo preza pelo mais alto patamar de qualidade, os creators devem buscar equipamentos e computadores que atendam as expectativas e necessidades da audiênciastreamer deve contar um equipamento capaz de realizar tarefas que vão além da execução dos jogos para encantar e inflamar sua audiência 

É preciso planejar e profissionalizar, por exemplo, etapas como a gravação e transmissão de jogos, além de todos os parâmetros de execução das plataformas – seja para melhorar a visualização do conteúdo ou, até mesmo, incentivar a interação com o público. Portanto, esses profissionais devem trabalhar com máquinas que tragam placa de vídeo, processador e memória RAM realmente compatíveis com a proposta do conteúdo. 

Somado a isso, é necessário conhecer as boas práticas de uso das plataformas que atraem esse conteúdo e identificar as características e preferências do expectadorA combinação entre a preparação e qualidade técnicas somadas ao conhecimento sobre as plataformas, competições e jogos é o que, de fato, ajudará a gerar bons resultados em um mercado com franca expansão e altíssima concorrência. 

De acordo com a Stream Elements e com a consultoria Arsenal.gg, em dezembro de 2020 a Twitch alcançou a marca de 1,7 bilhão de horas de livestreams de games, e o Facebook Gaming teve mais de 388 milhões de horas assistidas. E o que já é destaque atualmente, tende a continuar ganhando espaço e conquistando novos públicos. O entretenimento digital proporciona uma maior democratização de acesso ao lazer e a interação de tosos, e o universo gamer só tem a ganhar ao quebrar barreiras e ampliar a participação das pessoas.? 

Sendo uma das principais indústrias de entretenimento nos últimos anos, com um público numeroso e com enorme potencial de crescimento, o mercado do e-sport precisa dos criadores de conteúdo gamer. Isso é fato. Mas é fundamental que esses influenciadores se preocupem realmente em apresentar um conteúdo atraente. Apenas aqueles que se preparem para oferecer entretenimento e informação de qualidade é que permanecerão no topo e no gosto dos clientes. 

Estamos entrando em uma nova era de consumo gamer e é necessário que a indústria, e os streamers e creators entendam seu papel de difusores dessa realidade cada vez mais abrangente, com mais nichos, grupos e consumidores. Cada um pode ter seu espaço, desde que eles também ajudem a fomentar o interesse de quem está querendo jogar, assistir ou simplesmente se divertir sabendo mais sobre seu jogo favorito. Para avançar de fase nesse jogo não é possível arriscar na qualidade: é necessário sedimentar e garantir a qualidade das entregas para tornar as jogadas a cada dia mais sólidas e promissoras. 

Por Roger MeloGerente da Divisão Consumer da NAVE

*Foto de RODNAE Productions no Pexels


Leia também
Viper Pro Gamer participa da Yes Móvel Show, em São Paulo
Viper Pro Gamer participa da Yes Móvel Show, em São Paulo

Com as linhas de periféricos para games Mamba, Naja e Python, a marca oferece design e uma variedade de opções […]

Opera GX e MSI se juntam para trazer aos gamers o Opera GX Edição MSI
Opera GX e MSI se juntam para trazer aos gamers o Opera GX Edição MSI

Em parceria, as empresas criaram uma experiência de navegação imersiva e um MSI Mod personalizável, que conta com um jogo […]

Mercado gamer: o play para mais vagas de emprego
Mercado gamer: o play para mais vagas de emprego

Nos últimos anos, temos testemunhado uma verdadeira ascensão do mundo gamer como meio de entretenimento, influência e lucro para as […]

Opera GX anuncia lançamento de game show inédito no Brasil com grandes nomes do cenário gamer
Opera GX anuncia lançamento de game show inédito no Brasil com grandes nomes do cenário gamer

Apresentado pelo comunicador Otaviano Costa e pela streamer Gabriela Zambrozuski, o Hot Tab Hero foi gravado em dois episódios e o primeiro está disponível na janela do YouTube no Opera GX a partir de hoje.

Acer apresenta os novos notebooks gamers Nitro 16 e Nitro 17
Acer apresenta os novos notebooks gamers Nitro 16 e Nitro 17

A Acer anuncia os novos modelos de notebooks gamers Nitro 16 e Nitro 17. Projetados para fornecer aos gamers casuais um novo nível de experiência de jogo imersivo, vêm com telas WUXGA/WQXGA de 16 polegadas ou telas FHD/QHD de 17,3 polegadas e utiliz