Venture Hub e PUC-Campinas reúnem 19 startups em hackathon para estimular o empreendedorismo em universitários

Imersão reuniu startups com diferentes soluções para desafios de 4 temas
Imagem: divulgação / Venture Hub / PUC-Campinas

A PUC-Campinas, em parceria com a aceleradora Venture Hub, realizou o hackathon para a nona edição do Motiv.se, Mostra de Inovação e Empreendedorismo, iniciativa na qual visa incentivar o empreendedorismo entre os universitários e qualificar startups de alunos e ex-alunos empreendedores para o programa de aceleração da universidade, CRIA. A ação aconteceu entre os dias 23-26 de outubro e no total reuniu 19 startups, que conheceram mais sobre as ações de empreendedorismo do hub. 

Neste ano, a edição do Motiv.se abordou os seguintes temas: saúde, sustentabilidade, agricultura e cidades inteligentes. Na ocasião, a equipe da Venture Hub marcou presença em todos os dias da imersão, conduzindo sessions, auxiliando as equipes a moldarem suas ideias e participando das avaliações dos pitches das startups. O hackathon também contou com o apoio da Bayer e da IOT Lab Brasil, especializados em agricultura e saúde e inteligência artificial e IoT, respectivamente. 

Ao longo da semana, os participantes foram introduzidos a conceitos imprescindíveis para uma startup poder funcionar, tiveram acesso a ferramentas de inovação que ajudam esses negócios a validarem suas ideias e talks com especialistas do mercado. O evento também contou com momentos de mentoria para os jovens empreendedores, em que os mentores puderam conhecer mais de perto as soluções dos negócios e orientaram como os participantes poderiam aperfeiçoar os projetos. 

O último dia do hackathon foi marcado por um Demo Day, no qual os alunos expuseram as suas soluções para a banca de jurados, incluindo José Eduardo Azarite, sócio-diretor e vice-presidente de Inovação Corporativa da Venture Hub. 

Durante as apresentações, a banca analisou os projetos, apontou pontos de melhorias e sugeriu caminhos para tornar essas ideias em realidade. Após a última apresentação, a banca se reuniu e elegeu os projetos que mais se destacaram no decorrer da imersão. 

A equipe vencedora foi a Geltech+, que teve a ideia de desenvolver um dispositivo no qual ajudará no processo de higienização das mãos dos profissionais da área da saúde. A startup ganhou USD 1000,00 créditos da AWS, plataforma que oferece mais de 200 serviços em datacenter e ajudará no desenvolvimento da solução.

O segundo lugar ficou com a Safe Road, startup com foco em disponibilizar trajetos seguros de locais desconhecidos para pessoas e condutores. A Control Energy ficou na terceira colocação, e a startup apresentou a ideia de um aplicativo que ajuda as pessoas a controlarem o consumo de energia em suas casas através da identificação dos aparelhos domésticos que mais estão gerando gastos. 

Além deles, a menção honrosa ficou para a equipe da Helpers, que desenvolve uma solução com inteligência artificial para atender necessidades de pessoas com deficiência diversas de forma customizada. 

“Os Hackathons são excelentes eventos para colocar os estudantes em contato com as Metodologias Ágeis e o mind set do Lean Startup. Além disso, os alunos que participam do Hackathon podem dar continuidade às suas ideias através do Programa de Aceleração CRIA”, explicou Giseli Fernandes, especialista da Venture Hub.

A Venture Hub é uma aceleradora de startups e uma parceira de inovação para corporações, institutos de pesquisa e tecnologia e empresas dos mais diversos tamanhos, atuando nas seguintes verticais: Food, Agro, Logística e Saúde e Longevidade. Com as nossas metodologias ágeis, dinâmicas, eventos, ferramentas de inovação e parceiros de ecossistema, ajudamos as organizações a encontrarem soluções criativas e práticas para os seus maiores desafios, trazendo resultados reais e elevando o protagonismo do time interno.

*Fonte: Venture Hub


Leia também