GitHub libera Copilot Workspace: ambiente de desenvolvimento nativo que permite usar linguagem natural

GitHub Copilot Workspace
Imagem: divulgação / GitHub

Novo ambiente é projetado para operar de qualquer dispositivo e avança para um futuro no qual 1 bilhão irão programar 

Nos últimos dois anos, a IA generativa mudou fundamentalmente o cenário das pessoas desenvolvedoras, principalmente como uma ferramenta incorporada ao seu ambiente de trabalho. Em 2022, o GitHub lançou o GitHub Copilot, uma ferramenta de programação em pares de autocomplete dentro do editor, aumentando a produtividade de desenvolvedores em 55%. Hoje, o Copilot já é o recurso de IA mais adotado no meio. Em 2023, o GitHub foi mais longe e liberou o Copilot Chat, que viabilizou o uso da linguagem natural na codificação, depuração e teste, permitindo que os desenvolvedores “conversassem” com o código em tempo real. 

Depois de trazer um vislumbre durante o evento anual GitHub Universe 2023, hoje, o GitHub está anunciando a prévia técnica do GitHub Copilot Workspace, o ambiente de desenvolvimento nativo do Copilot que permite que pessoas desenvolvedoras façam brainstorming, planejem, criem, testem e executem códigos em linguagem natural – sem sair do ambiente de desenvolvimento. O novo recurso traz uma nova experiência centrada em tarefas e aproveita diferentes agentes acionados pelo Copilot do início ao fim, permitindo controle total sobre cada etapa do processo. 

Para o CEO do GitHub, Thomas Dohmke, a novidade vem para capacitar desenvolvedores mais experientes a operar como “pensadores” de sistemas, além de reduzir substancialmente a barreira de entrada para a criação de software. “O Copilot Workspace representa uma maneira radicalmente nova de criar software com linguagem natural e foi projetado para fornecer – e não substituir – a criatividade da pessoa desenvolvedora, de forma mais rápida e fácil do que nunca”, afirma.

De uma simples tarefa para um plano completo

O ponto de partida é quase sempre o maior obstáculo para iniciar um grande projeto, simplesmente por não saber por onde começar. O GitHub Copilot Workspace surge justamente nessa encruzilhada, apoiando os desenvolvedores logo no início de um projeto: seja em um repositório GitHub ou em uma issue. Ao utilizar os recursos avançados do Copilot como um “segundo cérebro”, as pessoas recebem assistência de IA desde a concepção inicial de uma ideia.

A partir daí, o Copilot Workspace traz um plano passo a passo para resolver a issue apresentada, baseado em seu profundo conhecimento da base de código e respostas a issues. O recurso oferece todas as ferramentas necessárias para validar o plano e testar o código, apresentadas de forma simplificada em linguagem natural. O que é proposto pela IA – desde o planejamento até o código – é totalmente editável, permitindo revisões até que se tenha confiança para prosseguir. “O Copilot Workspace vai permitir que os  desenvolvedores mantenham toda a sua a autonomia, ao mesmo tempo em que alivia a carga cognitiva, tornando o processo mais fluido e eficiente”, explica Dohmke.

Ao concluir o plano proposto, será possível executar o código diretamente no Copilot Workspace e acessar o GitHub Codespace subjacente para fazer os ajustes necessários até alcançar o resultado desejado. Também é possível também compartilhar um link para que outros visualizem o espaço de trabalho, experimentem suas próprias iterações e compreendam o processo do conceito à implementação. Em seguida, basta enviar um pull request, executar o GitHub Actions, realizar um escaneamento do código e solicitar revisões aos membros da equipe.

Compatível com dispositivos móveis

Para Thomas Dohmke, ideias podem surgir em qualquer lugar, por isso o Copilot Workspace foi projetado para oferecer suporte em qualquer dispositivo, incluindo dispositivos móveis. Isso possibilita um ambiente de desenvolvimento do mundo real que pode funcionar em um desktop, laptop ou em qualquer lugar.

Possibilitando o mundo em que 1 bilhão programam

No início do ano passado, o GitHub atingiu a marca de mais de 100 milhões de desenvolvedores na plataforma. “Com a programação em linguagem natural, que reduz significativamente as barreiras de entrada para a construção de software, o GitHub está avançando em direção a um futuro no qual um bilhão de pessoas serão capazes de controlar uma máquina com a mesma facilidade com que andam de bicicleta.” comenta Dohmke.

Ampliar o acesso à programação é essencial em um mundo dependente e com escassez de pessoas desenvolvedoras de software. Diariamente, milhões de linhas de código são adicionadas a sistemas complexos, enquanto a tarefa de manter e atualizar os sistemas existentes se torna cada vez mais desafiadora. Assim como qualquer infraestrutura essencial, é fundamental contar com especialistas qualificados para manter e aprimorar o código que sustenta operações diárias. Ao automatizar tarefas repetitivas, o Copilot e, agora, o Copilot Workspace, capacitam esses talentos a desempenhar um papel mais estratégico como pensadores de sistemas. Para o CEO, essa mudança de paradigma, que resulta em ganhos significativos de produtividade para as pessoas desenvolvedoras, apenas intensificará a demanda por talentos no mercado.

As pessoas interessadas em começar a usar a preview técnica do Copilot Workspace podem acessar o site.

*Fonte: GitHub


Leia também