Desenvolvedor

DevOps e varejo: 2 lados da mesma moeda

A vantagem transformadora dessa integração está diretamente ligada à experiência do cliente

O dito, que se tornou popular, do investidor americano Marc Andreessen “O software está engolindo o mundo” é mais relevante agora do que nunca. A versão atualizada seria “O software engoliu o mundo e os serviços (especialmente a tecnologia de última geração) estão engolindo o software”, afirmação que está totalmente ligada à insuperável importância da experiência do cliente no varejo. O cenário dinâmico e em constante evolução das necessidades do consumidor tem sido fundamental para impulsionar a transformação especialmente nesse setor, que é um dos principais a adotar a digitalização para se aproximar de seu público, nutrir suas necessidades e acompanhar as tendências.

Continua após o anúncio

Nesse contexto, o DevOps emergiu como a tecnologia orientada ao cliente mais premente adotada pelas organizações, com o setor de varejo sendo o terceiro, em termos mundiais, no mercado de aplicativos desse tipo. Mas o que torna o DevOps e o varejo uma combinação perfeita? No coração de ambos, encontraremos a essência humana da aproximação, da busca em preencher lacunas que permite que as equipes entreguem produtos mais confiáveis, alcancem excelência operacional e continuidade de negócios.

Varejistas e empresas de tecnologia estão combinando os preceitos DevOps com processos de varejo para aprimorar as experiências dos clientes, personalizar as interações ao longo do funil de vendas e elevar seus processos de atendimento para tornar tudo possível, o mais rápido possível. A automação é a espinha dorsal das operações digitais. No DevOps, a automação é infundida em todos os estágios de desenvolvimento. A automação do varejo permite fluxos de trabalho mais rápidos e eficientes em todos os estágios dos negócios usando análise de dados. 

Além disso, os fundamentos de processos em DevOps e varejo podem ser unidos em favor do ROI. Vejamos: o DevOps nasceu da colaboração entre as equipes de desenvolvedores e operações para enviar um código qualificado o mais rápido possível aos usuários. No varejo, quase 50% dos itens do estoque não são vendidos ou acabam sendo vendidos a preços reduzidos, causando perda de receita em comparação com o lucro estimado. Assim, é importante agilizar as operações de estoque para viabilizar mais vendas no início das safras com melhores preços, gerando uma margem de rentabilidade muito melhor. Em comum, podemos dizer que o tempo de resposta às necessidades do mercado é crucial para construir vantagem competitiva tanto para empresas de software quanto de varejo. 

Um dos fatores mais importantes pelos quais as empresas de alto desempenho adotam o DevOps é reduzir seus tempos médios de detecção e de reparo. Uma negação de serviço ou produto resulta na perda de muitos clientes para o concorrente. É como no varejo, onde os lojistas geralmente enfrentam o problema da ruptura: não ter o item certo no lugar certo. O caminho vencedor é encontrar a melhor tecnologia para alocação de produtos, que possa facilitar consistentemente o ciclo de produção. 

O mantra “automatizar tudo” do DevOps minimiza a intervenção humana. No varejo, não há olhos e tempo suficientes para evitar erros ou para trabalhos manuais repetitivos que continuam causando erros. Isso consome o tempo que os varejistas precisam para se concentrar na criatividade e na melhoria. O DevOps trata de evitar o retrabalho criando portões automatizados para liberar apenas trabalho de qualidade na produção e automatizando tarefas repetitivas, liberando o tempo das pessoas para o trabalho criativo. Com a integração do DevOps Automation no varejo vai agilizar as decisões de negócios com base na agregação e processamento de dados. As empresas de varejo devem ter um software que se concentre em gerenciar os grandes dados de estoque e fornecer insights com base na análise de dados de maneira econômica. 

O mesmo se aplica ao setor de varejo. Com o DevOps as a Service ganhando cada vez mais destaque, os varejistas hoje têm uma maneira de otimizar as experiências de seus clientes sem problemas. Eles devem descobrir e identificar o núcleo de seus negócios e implementar o restante como um serviço. Com a inovação de varejo de última geração estabelecida, construída em torno do foco no produto e no cliente, os varejistas podem acelerar seu processo de produção e fornecimento. O DevOps completo no varejo tem o poder de identificar objetivos de transformação, impulsionar as operações de varejo usando dados e melhorar os ciclos de receita.

Por: Viki Salvin é COO da retail tech Onebeat 

*Imagem: Pexels


Leia também
A importância do UI Design para o e-commerce

A importância do UI Design para o e-commerce

Para que um e commerce alcance seu objetivo de fazer o usuário finalizar a compra e voltar mais vezes, é necessário utilizar...

O poder do UX Design para o sucesso de vendas, satisfação das pessoas e consolidação de marcas

O poder do UX Design para o sucesso de vendas, satisfação das pessoas e consolidação de marcas

A esta altura de 2022, definitivamente, não basta colocar seus produtos à venda de qualquer jeito, seja em qual for o lugar da...

Lambda3, empresa referência do setor tecnológico, abre vagas para desenvolvedores

Lambda3, empresa referência do setor tecnológico, abre vagas para desenvolvedores

A empresa Lambda3 está com 15 vagas abertas para perfis na área de desenvolvimento de software .NET. O processo seletivo será on...

JetBrains apresenta prévia pública do Fleet

JetBrains apresenta prévia pública do Fleet

A JetBrains, fornecedora global de ferramentas inteligentes para desenvolvedores e equipes de software, liberou para...

Ver mais

Nenhum comentário no momento

Deixe um comentário