Remoto x Online: entenda as principais diferenças

Remoto x Online
Imagem: ROMIX / ROMIXIMAGE / Canva

Os termos ‘remoto’ e ‘online’ ganharam muito destaque durante a pandemia da Covid-19, visto que devido ao isolamento social, o mundo inteiro precisou se adaptar. Porém, apesar do presencial ter voltado a ser uma realidade para todos, os outros dois formatos continuam sendo utilizados, mas é preciso entender em que atividades são efetivos de fato.

Segundo Fran Rorato, especialista em comunicação e oratória, fundadora da 2Talk Show e CEO da Vox2You São Paulo, o formato remoto é semelhante ao presencial, porém, acontece à distância. Isso significa ter um professor, ao vivo, que compartilha seu conhecimento e os feedbacks, só não está presente no mesmo ambiente. Por outro lado, no online geralmente são apenas vídeos em que você assiste e tenta reproduzir sozinho o que aprende.

Fran aponta que o formato remoto pode funcionar, enquanto o online não. “O remoto tem a característica de ser ao vivo e personalizado, é quase uma reprodução do presencial, o que não se aplica para o online. Vamos pegar de exemplo a terapia: uma coisa é ler um livro de autoajuda, outra bem diferente é fazer terapia com um terapeuta do outro lado, de forma remota, te puxando e escavando suas necessidades pessoais a serem trabalhadas”, explica. 

A funcionalidade entre os dois formatos também é uma questão relevante quando se trata de cursos de oratória. O presencial continua sendo o modelo considerado mais efetivo, justamente por conseguir promover um melhor desenvolvimento pessoal e assim colocar as pessoas diante de um desafio de verdade, pois estar presencialmente no mesmo ambiente em que a ação está acontecendo não permite enganar o cérebro. 

Fran Rorato - especialista em comunicação e oratória
Divulgação / Fran Rorato 

 

No entanto, de acordo com Fran, os cursos de oratória podem funcionar no formato remoto, se forem muito bem feitos, mas não no online. “No remoto há uma troca que no online não existe. Não consigo enxergar como isso poderia acontecer através de vídeos simples e generalistas. A maior parte do trabalho da oratória de uma pessoa é trabalhar o emocional, potências individuais e emocionais. E isso vai na contramão das plataformas onlines”, afirma.

Por essa razão, sobre as tendências de formatos para os próximos anos, a especialista crê que com o passar do tempo, as pessoas vão perceber que investir em desenvolvimento de oratória online não vai trazer a transformação que esperam, ficando abaixo da expectativa e consequentemente gerando uma grande frustração. Isso fará com que a necessidade pelo presencial aumente cada vez mais.

Para Fran, muitas vezes um curso de oratória online não passa de estratégia para escalar um negócio, não significando êxito de verdade para quem consome. “Atualmente, eu já recebo muitos alunos com essa queixa e acredito que isso será ainda mais comum daqui para frente. O online pode ser uma ferramenta poderosa para complementar os estudos, porém, o aprofundamento do trabalho da oratória se dá apenas pelo presencial”, finaliza.

 


Leia também
5 motivos para adotar um relógio de ponto digital na sua empresa
5 motivos para adotar um relógio de ponto digital na sua empresa

Com o mundo empresarial em constante evolução, cada vez mais competitivo e com os desafios das rápidas e constantes mudanças […]

Vincent Martella, o Greg de ‘Todo Mundo Odeia o Chris’, está confirmado no Imagineland 2024
Vincent Martella, o Greg de ‘Todo Mundo Odeia o Chris’, está confirmado no Imagineland 2024

Ator Vincent Martella atendeu ao convite dos fãs brasileiros e do influenciador Peter Jordan para vir pela primeira vez ao […]

Serpro e Porto Digital lançam módulo ‘Rise Up’ para formar talentos em TI
Serpro e Porto Digital lançam módulo ‘Rise Up’ para formar talentos em TI

Estatal inaugura novo capítulo na formação tecnológica em Recife com a oferta de uma disciplina em curso promovido pelo Senac. […]

Uber inaugura ponto de embarque na Rodoviária do Rio
Uber inaugura ponto de embarque na Rodoviária do Rio

A concessionária que administra o terminal carioca e a Uber inauguram a primeira área para o embarque de passageiros em […]

A era das digital skills: desenvolvimento de habilidades tech em profissionais que não são de tecnologia
A era das digital skills: desenvolvimento de habilidades tech em profissionais que não são de tecnologia

Atualmente, não há como negar que o bom profissional é aquele que se adapta às transformações do mercado e adquire […]