Huawei diz que mineração remota será implantada na América Latina

Theodore Shao, vice-presidente da Unidade de Negócios para Indústrias de Mineração, Petróleo e Gás da Huawei na América Latina.
Imagem: divulgação / Huawei

Soluções inovadoras de mineração remota 5G para equipamentos não tripulados, uma realidade na China e em vários países da Ásia, podem chegar em breve na América Latina. Durante o MWC Barcelona 2024, a Huawei informou que a automação está permitindo que os trabalhadores de minas de carvão, de campos de petróleo e de gás, entre outras indústrias, passem de um ambiente de trabalho hostil para o conforto de um escritório. Aumentar o nível de segurança na produção de fontes de energia e de minérios é um dos benefícios das tecnologias digitais.

Theodore Shao, vice-presidente da Unidade de Negócios para Indústrias de Mineração, Petróleo e Gás da Huawei na América Latina, disse que “segurança, eficiência, baixo carbono e inovação ágil” são os principais requisitos da transformação digital no setor de mineração e de geração de energia. “Essas são as áreas em que a Huawei se destaca melhor”, disse. “Atualmente, a Huawei realiza inovações conjuntas com várias grandes empresas de energia tradicionais da região para resolver desafios de longo prazo”, informou.

Por exemplo, as minas a céu aberto geralmente estão localizadas em encostas altas de lugares de difícil acesso. O ambiente é duro e desafiador para a transmissão de dados. A mineração remota, através da baixa latência e da banda larga de alta qualidade da rede privada 5G, facilita o trabalho. O 5G pode realizar chamadas de áudio e vídeo de alta definição e transmissão de sinais de controle, tornando a transferência de dados rápida e segura.

“Com base na conectividade eficiente do 5G, integrado à nuvem e à IA, é possível realizar várias tarefas, como inspeção inteligente, reduzindo o tempo de exposição dos trabalhadores a ambientes perigosos, garantindo a segurança do trabalho e o aumento da produtividade”, disse Shao.

Ao mesmo tempo, ele acredita que as aplicações remotas são igualmente excelentes em campos petrolíferos. Muitos ambientes de extração de petróleo também enfrentam dificuldades de coleta de dados, no manuseio de equipamentos e no tempo de resposta das condições de trabalho.

No ano passado, a Huawei lançou uma série de soluções voltadas para a indústria de petróleo e gás, que ajudam a aumentar a eficiência da produção por meio de tecnologias digitais como o 5G.

Na América Latina, a Huawei tem uma equipe de soluções dedicada a apoiar as empresas locais de mineração, petróleo e gás. Ao mesmo tempo, a empresa também promove o desenvolvimento de soluções inteligentes para as indústrias tradicionais por meio da colaboração e da inovação.

*Fonte: Huawei


Leia também
Vincent Martella, o Greg de ‘Todo Mundo Odeia o Chris’, está confirmado no Imagineland 2024
Vincent Martella, o Greg de ‘Todo Mundo Odeia o Chris’, está confirmado no Imagineland 2024

Ator Vincent Martella atendeu ao convite dos fãs brasileiros e do influenciador Peter Jordan para vir pela primeira vez ao […]

Serpro e Porto Digital lançam módulo ‘Rise Up’ para formar talentos em TI
Serpro e Porto Digital lançam módulo ‘Rise Up’ para formar talentos em TI

Estatal inaugura novo capítulo na formação tecnológica em Recife com a oferta de uma disciplina em curso promovido pelo Senac. […]

Uber inaugura ponto de embarque na Rodoviária do Rio
Uber inaugura ponto de embarque na Rodoviária do Rio

A concessionária que administra o terminal carioca e a Uber inauguram a primeira área para o embarque de passageiros em […]

A era das digital skills: desenvolvimento de habilidades tech em profissionais que não são de tecnologia
A era das digital skills: desenvolvimento de habilidades tech em profissionais que não são de tecnologia

Atualmente, não há como negar que o bom profissional é aquele que se adapta às transformações do mercado e adquire […]

Claro tem a 4ª marca mais valiosa do Brasil
Claro tem a 4ª marca mais valiosa do Brasil

A Claro está entre as Marcas Mais Valiosas do País, segundo o estudo Kantar Brandz, divulgado na quarta-feira (13). A […]