Cintilação na agricultura de precisão: o papel crucial da tecnologia para seguir em frente

Tecnologias ajudam a mitigar efeitos da cintilação
Imagem: divulgação / Trimble Agricultura

A agricultura de precisão tem revolucionado o setor agrícola, proporcionando eficiência e sustentabilidade. No entanto, um desafio enfrentado pelos agricultores é a interferência causada pelo fenômeno da cintilação nos sinais de GNSS (Global Navigation Satellite System), que impacta a precisão e atividades corriqueiras das operações no campo.

O fenômeno da cintilação 
A cintilação é um fenômeno cíclico de atividade máxima e mínima de explosões solares que normalmente segue um fluxo de 11 anos. Este fenômeno pode causar a perda ocasional de um sinal GNSS, levando a interrupções no serviço para agricultores que usam métodos de agricultura de precisão e serviços de correção de GNSS. Durante os períodos de atividade solar mínima, os satélites GNSS operam normalmente. No entanto, quando a ionosfera está passando por uma atividade solar mais alta, ocorre a cintilação, degradando a precisão desses sinais.

Os equipamentos de agricultura de precisão dependem do recebimento de sinais GNSS “limpos” para manter um desempenho de posicionamento robusto e confiável. As aplicações agrícolas de alta precisão, como o plantio de sementes no mesmo local dos anos anteriores ou a aplicação da quantidade exata de materiais em um campo, dependem da precisão em nível de centímetros, que pode ser distorcida pela cintilação.

Grande parte dos agricultores brasileiros, plantam e colhem cerca de duas safras anuais, e devido à ocorrência da cintilação dependem exclusivamente da tecnologia de agricultura de precisão para semear e colher com rapidez e exatidão.

Durante os períodos de plantio e colheita, fazendas costumam operar 24 horas por dia, todos os dias da semana, e o posicionamento preciso via GNSS é essencial para o uso de soluções como piloto automático e o controle de tráfego, por exemplo. Quando a cintilação ionosférica afeta o desempenho dos sistemas de localização, causa atrasos e imprecisões drásticas, impactando a produtividade das propriedades agrícolas, afetando a eficiência e a rentabilidade. Decisões equivocadas e o descontrole das máquinas guiadas por pilotos automáticos são os principais problemas enfrentados. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a estimativa de produção é de 317,5 milhões de toneladas para a safra 2024, e os produtores deste montante não têm condições de manter as máquinas paradas e atender as demandas globais.

 Mais satélites, melhores dados 

Um trator que usa um receptor GNSS para orientação precisa de pelo menos quatro satélites GNSS para adquirir os dados necessários para calcular sua posição. Quanto mais satélites o receptor GNSS tiver disponível para obter sinais, mais rápido e mais preciso ele poderá calcular sua posição, proporcionando um desempenho de posicionamento mais robusto e confiável. O resultado será ainda mais preciso ao receber sinais de correção GNSS em tempo real, dados necessários para que o trator seja alinhado ano após ano com alguns centímetros de precisão. Sem os dados de correção GNSS em tempo real, a precisão do sistema de orientação de um trator pode ser de apenas 5 a 10 metros.

Exemplos de soluções tecnológicas eficientes para este fenômeno, são as correções como o RTX Trimble, combinado com o receptor GNSS NAV-900. A tecnologia é baseada em modelagem global, de modo que cada satélite adicional disponível fornece mais redundância para monitorar e eliminar erros que resultam da cintilação. Ao usar um receptor que pode rastrear várias constelações, como o NAV-900, o produtor tem acesso a um maior número de constelações (4 – Galileo, Beidou, GPS e Glonass) ao invés de outros receptores que são que são restritos a duas constelações (que analisam apenas GPS / GLONASS). A variedade de constelações nas análises proporciona uma posição com uma precisão menor que a de uma moeda, de 2,5 cm, oferecendo aos agricultores a capacidade de obter maior eficiência e economia de custos com seu sistema de orientação.
 
Criados em escala global, os dados de correções do RTX são transmitidos por meio de um satélite geoestacionário, o que significa que o satélite gira com a Terra e permanece acima do mesmo local o tempo todo, não sendo necessário nenhum equipamento adicional.

“A assertividade destas tecnologias na precisão de posicionamento das máquinas ajuda os agricultores a otimizarem o investimento em insumos, como fertilizantes e pesticidas, e o uso desta tecnologia reduz drasticamente custos operacionais e de algumas matérias-primas. Tudo isso é possível pelas decisões assertivas que os gestores de agricultura podem tomar baseados nos dados que oferecemos, sem nenhum risco de erros causados pela cintilação”, destaca José Bueno, Diretor de vendas Latam da Trimble no setor de agricultura.


Leia também
Evento Agro: Tecnoshow COMIGO 2024 movimentou R$ 9,34 bilhões
Evento Agro: Tecnoshow COMIGO 2024 movimentou R$ 9,34 bilhões

Após cinco dias de evento e uma movimentação de R$ 9.340 bilhões em negócios, chega ao fim a 21ª edição […]

Projeto Nossa Isca tem segunda edição na Baixada Santista
Projeto Nossa Isca tem segunda edição na Baixada Santista

Iniciativa capacita pescadores, promove geração de renda e tem financiamento do BNDES No mês de março, teve início a segunda […]

Tecnoshow Comigo: Fabricante argentina de plantadeiras estreia no Brasil
Tecnoshow Comigo: Fabricante argentina de plantadeiras estreia no Brasil

Crucianelli, que recentemente anunciou uma joint venture com o Grupo Piccin, de São Carlos-SP, para a fabricação de equipamentos em […]

Agronegócio: Rio Grande do Sul almeja aumentar a área irrigada em 100 mil hectares
Agronegócio: Rio Grande do Sul almeja aumentar a área irrigada em 100 mil hectares

Para reduzir cada vez mais os impactos das estiagens, Governo do Estado anunciou R$ 213,2 milhões de subvenção para incentivar […]

O novo papel do engenheiro agrônomo na era digital
O novo papel do engenheiro agrônomo na era digital

No ambiente dinâmico do agronegócio moderno, a função do engenheiro agrônomo como consultor está em constante evolução, impulsionada principalmente pelo […]