É necessário ter habilidades específicas para ter sucesso no mercado de tecnologia?

Mercado Tech
Imagem: Freepik

O mundo tech está cheio de oportunidade, sendo um dos mercados mais aquecidos neste momento, e que certamente seguirá nesta tendência durante os próximos anos. Diante deste cenário, é natural que muitas pessoas se interessem em começar uma carreira em uma área que permanecerá essencial no futuro, enquanto outros interessados enxergam no mercado de tecnologia uma possibilidade na mudança de carreira.

Nos artigos anteriores discutimos se existe um melhor caminho e o que é preciso para dar o primeiro passo em sua trajetória no mundo tech, seja você um viajante de primeira viagem, ou alguém que deseja mudar de área após ter iniciado a vida no mercado de trabalho em um outro direcionamento.

Muitos interessados em entrar no mundo tech, ainda também imaginam que devem ter uma especialidade específica para tornar-se um bom profissional dentro da área, como ser bom em lógica, e outros elementos matemáticos, que podem fazer parte de profissões específicas dentro do ambiente tecnológico.

Claro que possuir habilidades específicas como as citadas acima e outras que podem fazer parte do conhecimento de cada um, diante das especificidades que algumas áreas de tecnologia, como programação podem apresentar, é um diferencial para facilitar o entendimento de muitos conceitos que podem ser apresentados na faculdade ou nos cursos que os futuros profissionais farão.

Mas tal fator não impede aqueles que não possuem nenhuma habilidade específica de ter sucesso no mundo tech. Com esforço, estudo e aplicação, o desenvolvimento de habilidades necessárias para o desenvolvimento profissional e atuação na área tornam-se itens absorvidos no percorrer do aprendizado.

Afinal, é justamente para desenvolver estas habilidades que faculdades, sejam de graduação ou tecnólogo, cursos técnicos e cursos especializados existem, para que os futuros profissionais possam se desenvolver e executar tarefas que estas habilidades sejam solicitadas no mercado de trabalho.

Mesmo com o ensino superior e com vagas em abundância no mercado de tecnologia, é imprescindível que o futuro profissional, tenha além de habilidades técnicas, habilidades sociais que o destaquem nas oportunidades aparecerão ao longo do caminho.

É importante estar atento a este ponto, pois de acordo com o estudo “O ensino e o mercado de trabalho — análise de cenário”, encomendado pela Geofusion, da empresa Cortex, líder em inteligência de dados na América Latina, a graduação em uma universidade não é sinônimo de emprego mais.

De acordo com os dados do estudo, no campo de tecnologia, apenas 13% dos formandos em Análise de Desenvolvimento de Software conseguem ingressar em cargos de nível superior, enquanto 6% alcançam o mesmo feito após concluir o curso de Desenvolvedor de Sistemas, e 2% alcançam estas vagas após concluir a graduação de Analista de Suporte.

Mas estes dados, não compartilho para desanimar ou desencorajar os interessados em construir uma carreira de sucesso no mundo da tecnologia, mas sim para se fazer entender que o caminho é árduo, e requer constante atualização e principalmente aplicação às tendências que irão aparecer após você dar o primeiro passo em sua trajetória profissional, que certamente terá outros desafios, e este assunto abordaremos com maior profundidade na semana que vem.

*Por João Gabriel, especialista em tecnologia

Autor

João Gabriel é especialista em tecnologia com mais de 15 anos de experiência, além de Top Voice no LinkedIn e conduz o podcast Sem Rota no YouTube.

LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/joao-gabriel-matuto/


Leia também